Seguidores

3 de março de 2012

ARREPENDIMENTOS



Desistir é lamentável,
Você percebe coisas,
Coisas... Que o, então passado
não mostrava como antes...

O amor se tornou poético,
E as decisões vulneráveis
ao passado...
Cada passado torna
uma mente insana,
Uma mente arrependida,
Ou aliviada.

Arrependimentos,
Tarde pra mudar...
Meus atos estúpidos,
Minhas palavras,
Engraçado ou não,
O destino é irônico,
me trouxe até aqui.

A vida sempre continua,
com marcas físicas, ou não,
Continua,
Pela necessidade de existir,
de prosseguir...

Me desculpe.